Vale a pena investir no mercado de locação de imóveis para a alta temporada de Ubatuba?

Sabemos que o município de Ubatuba vem crescendo muito todos os anos e a tendência é aumentar e potencializar esse crescimento, pois para a alta temporada a demanda de aluguéis de imóveis vem subindo cada vez mais. Município que se encontra no litoral norte de São Paulo, conta com 90.799 habitantes de acordo com estimativas do IBGE, é um dos quinze municípios paulistas considerados estâncias balneárias. Esse título leva a cidade uma verba maior por parte estadual para promover o turismo e agrega muito valor a quem procura uma praia limpa e sossegada para férias.

ubatuba

Para quem quer investir no ramo de imóveis, uma boa pergunta a se fazer é: vale a pena investir no mercado de locação de imóveis para a alta temporada de Ubatuba? Entre as várias possibilidades para investir, a rentabilidade e a segurança que o mercado de imóveis nos dá é o principal motivo para quem quer uma carteira de investimentos variada. Considerando os tipos de ganhos disponíveis e todas as questões pertinentes a isso, o próprio mercado dá uma série de alternativas bem diversificadas.

Para poder responder a pergunta, precisamos pensar em alguns pontos:

  • Rentabilidade vs risco:  ao fazer uma análise com os investimentos disponíveis, podemos ver que o rendimento que alguns deles é proporcional à segurança que oferecem, ou seja, as que oferecem os menores rendimentos são as mais seguras, e às vezes, ganhar é mais fácil desse modo. As de maior risco geralmente são as mais rentáveis, mas nem sempre podemos contar com o imprevisível. Para quem procura casa em Ubatuba, há essas análises a se fazer.
  • Investindo com segurança: o mercado imobiliário entrega aos seus investidores segurança e rentabilidade; é seguro por ser um patrimônio palpável e material, que resiste por muito tempo e não se desvaloriza facilmente, e é rentável porque além de ter uma valorização natural, dependendo do que é construído aos arredores, tem também a renda mensal que vem das locações. Pensando nisso, é preciso pensar na capacidade especial que a alta temporada de Ubatuba tem a proporcionar a quem é dono do imóvel, além de ser maior, geralmente não passa um dia sem inquilinos, se for numa boa localização.
  • Lucrando com o aluguel: alguns fatores ligados à economia e a oferta imobiliária foram se transformando ao longo do tempo e atualmente não é mais possível pensar em 1% do valor do imóvel na locação.  O ideal é pensar em 0,5% do preço do imóvel para que além de garantir a renda extra, possa atrair novos inquilinos através dos que já se hospedaram em seu imóvel e acharam o preço justo.
  • Alugando o ano todo: o foco principal de ter um imóvel para chamar de seu em Ubatuba e alugar é na alta temporada, mas há a possibilidade de se pensar na rentabilidade de alugar o ano todo, pois sim, há que busque casas de praia para alugar em períodos de baixa temporada e até mesmo no inverno. Por isso, o ideal é manter os cuidados com a casa o ano inteiro.
  • Localização e qualidade do imóvel: quanto mais a localização da casa for perto de centros, com opções ao redor e com boa vizinhança e a qualidade do imóvel sem si, como segurança, estrutura, etc, melhor será a possibilidade de conseguir um bom valor na diária e muitos locatários. Por isso, se possível escolha um imóvel perto de atrações turísticas e que seja cercado por bares, padarias, farmácias, restaurantes – isso é essencial para cativar os locatários. E ao mesmo tempo, aqueles que estão bem conservados e oferecem conforto e segurança também ganham o coração de quem procura hospedagem.  Quando alguém escolhe apartamentos para alugar em Ubatuba, levam em consideração esses itens.
  • Considerações ao escolher o imóvel: assim como um imóvel bem cuidado atrai mais clientes, as cidades turísticas e com um litoral bem conceituado fazem o mesmo, por isso Ubatuba é uma ótima opção. É bom levar em consideração também o bairro e a proximidade do imóvel ao centro e ao mar, para que o número de locatários seja ainda maior, pois todos dão preferência a praticidade.
  • O conforto é tudo: além de escolher um lugar ótimo para passar as férias, os locatários e turistas também procuram praticidade (estabelecimentos de frequência diária, como restaurantes, mercados, etc, por perto), conforto e segurança, por isso, invista em imóveis que tenham isso a oferecer às pessoas, que gostando, ainda podem trazer mais conhecidos para locar o seu imóvel. Investir em itens como ventiladores/ar condicionado, TV’s, wi-fi, um boa cozinha, entre outros itens, é fundamental para oferecer uma casa bem equipada, por isso entenda que o público que frequenta Ubatuba e o bairro que você escolheu para ter seu imóvel e faça o seu investimento para proporcionar conforto aos hóspedes. Algo a se pensar para investimento também é a segurança, alarmes e proteção para o ano todo, para que você não tenha prejuízos e seus locatários não passem por situações trágicas em suas estadias. Ao colocar na ponta do lápis todos esses investimentos, vão se pagando com a quantidade de diárias que você aluga.
  • Investimento na conservação: vale a pena destacar que investir na conservação e na limpeza do imóvel é imprescindível para a locação do mesmo e para atrair os turistas, é essencial não só para que proporcione o rendimento compatível com o que você investiu, mas também para se manter valorizado com o passar do tempo. Num imóvel para aluguel de alta temporada, ainda mais em regiões litorâneas, onde a depreciação se vê mais rápido, é muito importante manter o cuidado com esse aspecto.

Pensando em todos esses itens, sabemos que a resposta é sim, vale a pena ter um imóvel para locação de alta temporada em Ubatuba, além de ser uma cidade em franco crescimento, muitos turistas se encantam e os imóveis são cada vez mais valorizados.

O artigo foi útil pra você?

Curta e compartilhe nas redes sociais, e curta a nossa página no Facebook para ficar sempre por dentro das novidades!

Leia o Conteúdo Completo »

Como escolher um apartamento na praia: dicas essenciais

O momento atual é muito interessante para comprar um novo imóvel. Com a taxa Selic em mínima histórica, os juros dos financiamentos baixaram, e comprar um imóvel ficou muito mais acessível. Portanto, esse é o momento de realizar aquele sonho de viver no litoral, de frente para o mar. No entanto, como escolher um apartamento na praia? Essa é uma dúvida muito comum. Quais são os cuidados mais importantes a ter em mente?

Aliás, saber como comprar um apartamento na praia não é uma preocupação somente de quem pretende morar no litoral. Muitos investidores enxergam essa opção como uma alternativa viável para o seu dinheiro, especialmente agora com a Selic em baixa e os juros da Renda Fixa perdendo para a inflação em muitos casos. O interessante de comprar um imóvel na praia é a possibilidade de alugá-lo na temporada, que além da valorização natural do imóvel, ainda existe a possibilidade de lucrar bastante com aluguéis.

Quer saber como escolher um apartamento na praia para satisfazer os seus objetivos? Então siga a leitura abaixo!

5 dicas de como escolher um apartamento na praia

1. Conheça a cidade

O primeiro ponto para escolher um bom apartamento na praia é identificar a melhor cidade para isso. Portanto, comece a situação analisando os predicados de cada município e os benefícios que eles trazem para você e sua família ou para o seu plano de alugar e ganhar na alta temporada.

Por exemplo, cidades como Balneário Camboriú, Ubatuba e Guarujá são excelentes para quem tem imóveis para alugar e buscar renda extra na alta temporada. Um aluguel de um apartamento para temporada nessas cidades pode girar ao redor dos R$350,00, R$400,00 ou até mesmo R$500,00 em situações normais, com apartamentos luxuosos passando dos R$2.000,00. E estamos falando da diária, ok? Portanto, um período de dois meses entre o início de dezembro e o fim de janeiro pode render ao redor de R$18.000,00 para o proprietário desses espaços.

Já cidades como Florianópolis, por exemplo, atendem os dois predicados. Em primeiro lugar, Floripa tem o terceiro melhor IDH do país e é a melhor capital para se viver. Além disso, é um dos destinos turísticos mais visitados, o que faz da região ideal para investir nas duas vias, especialmente porque os imóveis de luxo em Florianópolis ficam em Jurerê Internacional, um destino turístico para público de alta renda e que pode pagar R$2.000,00 a diária (a média da diária na região). Um período de 2 meses de aluguel nesse preço rende R$120.000,00 para o proprietário. Nada mal, não é mesmo?

2. Considere seu objetivo

O segundo ponto é considerar qual é o seu objetivo com aquele imóvel. Se for morar, opte por uma cidade que tenha melhor qualidade de vida, mais tranquilidade e por um imóvel que atenda ao seu estilo de vida e da sua família.

Já se for para alugar e transformar o imóvel em uma fonte de renda, então pense em como ele pode ser mais atrativo. Escolha um imóvel mais novo, com boa localização, com mais atrativos internos e que traga mais negócios para você.

3. Veja a localização

É importante analisar a localização do apartamento em relação à cidade onde ele está inserido. Por exemplo, o quão perto da praia ele está? É um bom bairro? Tem estrutura ao redor? Analise esses fatores, pois eles são importantes para qualquer tipo de objetivo que você tenha com o imóvel.

Afinal, ninguém quer morar ou alugar por temporada um apartamento que tenha uma localização ruim em relação a estabelecimentos de primeira necessidade ou em relação à própria praia.

4. Pense no condomínio

Todo apartamento está em um prédio e isso significa que há uma estrutura extra anexa ao imóvel. Na prática, isso significa analisar o que aquele condomínio oferece: qualidade dos elevadores, se tem ou não piscina, churrasqueira, segurança, portaria 24 horas e por aí vai.

O objetivo é ter o máximo de conforto possível, mas dentro do seu orçamento. Lembre-se apenas que se você pretende alugar o espaço, talvez seja importante ver o regulamento do condomínio em relação ao uso da piscina comum.

5. Confira o estado do imóvel

Por fim, antes de fechar negócio, confira o estado do imóvel. Saiba que a maresia costuma danificar os móveis, especialmente eletrônicos ou de metal. Portanto, faça uma análise completa de como está cada item ou objeto para não comprar algo com muitos danos e que ficará muito caro para repará-lo.

Pronto! Seguindo essas 5 dicas, ficará mais fácil saber como escolher um apartamento na praia, seja para morar de frente para o mar, seja para alugar e tornar esse imóvel em um ativo lucrativo para a sua carteira de investimentos. A partir de agora, você já está mais preparado para fazer essa opção. O próximo passo então, é começar pelo topo da lista: escolha uma boa cidade para comprar o seu imóvel!

Gostou do conteúdo? Então comente abaixo com a sua opinião sobre o assunto!

Leia o Conteúdo Completo »